Encontro entre gerações no CSMK

12096087_752489831539958_1923957907618978057_n12065989_752489578206650_5277030461185449229_n

Reunimos no começo do mês de outubro, famílias que são atendidas pelo Centro Social para uma experiência entre gerações.

Com atividades lúdicas, o Encontro Inter-Geracional resgatou através de brincadeiras, o tempo de infância dos pais, que interagiram com os filhos, com o objetivo de resgatar o fortalecimento das relações no ambiente familiar, diversos jogos, músicas, danças e dinâmicas enriqueceram nosso dia. À partir do uso de técnicas de otimização de funções, cognitivas, motivacionais e da criatividade, essas atividades demonstraram formas de valorização do indivíduo em sua singularidade, em grupos, na sociedade, mostrando habilidades que os próprios desconheciam.

Veja imagens:

Visita do Colégio Paraíso ao Centro Social Maximiliano Kolbe

Alunos do Colégio Paraíso estiveram conosco no dia de ontem (10) para realizar algumas atividades que trouxeram integração entre as crianças e adolescentes do Centro Social Maximiliano Kolbe.

Alunos do Colégio Paraíso estiveram conosco no dia de ontem (10) para realizar algumas atividades que trouxeram integração entre as crianças e adolescentes do Centro Social Maximiliano Kolbe.

A visita dos estudantes do Colégio Paraíso teve como objetivo proporcionar uma vivência e a realidade do trabalho de solidariedade e tolerância, onde através de atividades de gincana, esportes e música conseguiram interagir com as nossas crianças e adolescentes que fazem parte do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos. Com certeza uma experiência muito gratificante para ambas as partes.

IMG_4483

Um outro momento que marcou esse encontro, foi que os alunos do colégio proporcionaram um lanche com cachorro quente e refrigerante. Tivemos uma tarde com muitas brincadeiras, diversão, música, lanches e o melhor foi receber essa visita tão especial para nossas crianças. Obrigado, queridos alunos do Colégio Paraíso, voltem sempre!!

Para ver mais imagens desse dia tão especial, acesse também o nosso site:

http://www.centrosocialmaxkolbe.org.br/imagens.html

Fortalecendo os vínculos familiares

10620612_734919836576028_4197209529408839667_nO Centro Social Maximiliano Kolbe, cumprindo sua missão de prestar serviço de proteção básica, garantindo o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, realizou a ação “Momento lúdico famílias” que teve como objetivo estimular a proximidade da família, fortalecer os vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. A proposta foi que os responsáveis pelos educandos, seguissem o a rotina diária dos próprios filhos no centro social, participando das atividades oferecidas pela instituição com eles. Esta foi a primeira experiência e que há tempos esperávamos concretizar! A proposta é de que esta ação aconteça uma vez por mês, a qual já está inserida, na agenda do II semestre do centro social com diferentes datas para dar maior possibilidade de participação aos responsáveis. O Centro Social tornou-se ainda mais belo e encheu-se de alegria com a participação e interação das crianças com os responsáveis. E também proporcionou a possibilidade de compreender as famílias atendidas, identificar as vulnerabilidades que dificultam o fortalecimento dos vínculos e, assim, intervir por meio de ações que, visa autonomia e melhoria da qualidade de vida das mesmas, contribuindo com a diminuição de risco social. Edvanda Leal Santana

Este slideshow necessita de JavaScript.

Qualificar sempre mais o trabalho

unnamed

Edvanda, Sérgio Loyola e Rosana

Com o objetivo aprimorar os trabalhos desenvolvidos no Centro Social Maximiliano Kolbe, as missionárias Edvanda e Rosana, que atuam na coordenação e gestão da instituição, participaram no dia 31 de julho de 2014, do workshop “Pesquisa aplicada a organizações do terceiro Setor – conceitos, técnicas e práticas”, realizado pela Fundação Salvador Arena em São Bernardo do Campo.

O curso que visou “auxiliar pessoas envolvidas com as questões e situações do tipo “Qual é a decisão que leva às realizações mais econômicas ou como uma decisão poderá afetar a autoestima dos atores sociais envolvidos em um projeto? apresentando os fundamentos comuns à pesquisa social, mercado e opinião, ferramentas essenciais para alcançar melhores resultados nas atividades de gestão de organizações do terceiro setor e na difícil tarefa de mensurar resultados de projetos sociais”. O curso foi ministrado por Sérgio Loyola, coordenador de projetos sociais da Fundação Salvador Arena.

Edvanda e Rosana acreditam que cursos de capacitação como este são importantes e necessários para qualificar sempre mais o trabalho de acolhida e promoção humana no centro social.

Aqui é meu Paraíso

Mais uma oportunidade de voluntariado chegando ao fim, etapas vencidas e desafios que foram proporcionados através da sua experiência no Centro Social Maximiliano Kolbe (CSMK), Caterina Astorri chegou dia 05 de maio de 2014 e retorna para a Itália no dia 25 de julho de 2014. Ela conta um pouco da sua vivência e contribuição para com as crianças e os adolescentes do Riacho Grande.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pergunta: Qual foi a motivação inicial para conhecer o Brasil

Caterina: Eu queria mudar minha vida, meus hábitos, modo de pensar, personalidade… tudo!!! Pois anteriormente meu irmão Giacomo (voluntário) disse que o CSMK necessitava de colaboração.

Pergunta: Qual foi seu maior desafio?

Caterina: Aprimorar minha convivência, o trabalho com crianças que estejam em situações vulneráveis e não ficar triste, porque temos que dar alegria a eles, isso é difícil e também as pequenas coisas: se adaptar aos horários, conquistar as crianças, tentar cuidar de todos e fazer de um modo que todos estejam de acordo e gostem das atividades.

Pergunta: O que leva na sua mala, como experiência?

Caterina:

  • Levo comigo o valor de saber dar importância a pequenas coisas, ex: fazer um grande evento no dia das mães.
  • As crianças não necessitam brincar com grandes coisas, mas criam, inventam, se contentam com o pouco. Isso é maravilhoso, pois os jovens de agora não sabem contentar-se com as coisas, querem sempre mais.
  • O valor da amizade, de brincar junto, cooperar;
  • O valor da vida. As crianças e adolescentes têm muito forte;
  • Gostei de ficar com as crianças, achei legal e me dá satisfação, sentimento de plenitude;

Pergunta: O que fica para o CSMK?

Caterina: Deixo o meu coração. O desejo de voltar… Uma recordação.
No fim de tudo a minha motivação mudou e hoje sou capaz de doar e sorrir.

Pergunta: Defina sua experiência, em apenas uma frase.

Caterina: Aqui é meu paraíso.

Entrevista cedida à Missionária Daiane e ao Educador Allan no dia 24/07, após um período de despedida com as crianças e adolescentes do Centro Social.

Uma segunda família

Eu estou quase de partida. Meus sentimentos são muito compartilhados. De um lado estou contente de voltar a ver a minha família e meus amigos, mas por outro lado eu estou extremamente triste de ter que deixar esta segunda família que eu achei aqui.

IMG_0767O Centro Social Maximiliano Kolbe não era só um lugar de trabalho, mas um lugar no qual eu forjei ligações seja com as crianças ou com os educadores. Aqui em São Bernardo do Campo e no Riacho Grande eu achei uma segunda família.

Todas as pessoas que conheci, os educadores, as Missionárias da Imaculada ou ainda os amigos, me acolheram como se eu fizesse parte da família deles. E isso não tem preço e eu nunca vou poder esquecer dessa simpatia e generosidade.

Pessoalmente esta experiência me mudou. Certas crianças me deram uma verdadeira lição de vida. Às vezes nós pensamos que a nossa vida é caótica e estamos sempre a reclamar. Eu admirei essas crianças porque apesar da situação difícil na qual elas vivem, elas transmitem amor por um simples sorriso ou simples abraço.

O Brasil foi para mim um país que me surpreendeu bastante. Além de ser um país maravilhoso, o povo brasileiro é muito acolhedor.  Apesar da situação econômica e dos problemas diários, as pessoas aqui estão sempre dispostas a abrir as portas das suas casas, são muito acolhedores e têm sempre o sorriso no rosto.

Esta experiência foi muito positiva para mim. Nunca vou me esquecer das coisas que eu vivi aqui. Agradeço todas as pessoas, crianças, educadores, pessoal do Centro Social, Missionárias, amigos… por terem feito desta aventura, uma aventura inesquecível que estará gravada para sempre no meu coração.

Micaela Esteves – Voluntário no Centro Social de Abril a Junho de 2014

Este slideshow necessita de JavaScript.

Arraiá do Centro Sociá

No dia 24 de junho de 2014, foi realizada a tradicional festa junina do Centro Social Maximiliano Kolbe.

A festa foi recheada de guloseimas, brincadeiras e com direito a show de prêmios.

Também não poderia faltar o famoso casamento e a dança da quadrilha muito bem representado pelas crianças e adolescentes:

“Olha a cobra…É mentira.

A balsa quebrou… Já concertou.

Olha a chuva… Já passou” (…)

A alegria reinou e todos viveram com muito entusiasmo esta festa maravilhosa na semana de férias.

O nosso muito obrigado aos que colaboraram para que a festa acontecesse!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em clima de Copa do Mundo e de férias

O Centro social Maximiliano Kolbe está em clima de copa, mas também de férias, por isso foi preparada para a criançada e para os adolescentes a “Semana de férias” que consiste em um belo repertorio de atividades diferenciadas daquelas da rotina diária.

Hoje foi a vez dos jogos de carta e tabuleiro, Ping Pong, Videoké, videogame, pula corda e oficina de pipas.

Todo agito que rola no dia do jogo da nossa seleção, rolou hoje nas dependências do Centro social com a participação e alegria da meninada em poder circular livremente por cada atividade curtindo a beleza e encanto de cada uma.

A oficina de pipas foi a que mais atraiu a atenção, deixando o céu com um novo colorido um fascínio que só as pipas voando alto podem causar.

Edvanda Leal – Missionária da Imaculada-Padre Kolbe

Este slideshow necessita de JavaScript.

Você conhece os personagens das animações da Disney?

Vou dar algumas dicas sobre um personagem, vamos ver se você acerta…

1-   Sou um super herói.
2-  Sou um patrulheiro do espaço.

Já sabe? Precisa de mais? Ai Vai:

3-  “Ao infinito e além” é minha frase favorita.

Agora já sabe?!

Este é um trecho do jogo Perfil da Disney, onde os jogadores escolhem as dicas e tentam acertar os nomes dos personagens. Se você é bom de jogo, já descobriu que o personagem acima é o BUZZ LIGHTYEAR, da animação Toy Story, parabéns!

No projeto brinqueducar os educandos estavam afiados e empolgados para jogar, e se divertiram muito recordando os filmes e os personagens.

Com o grupo dos jovens recebemos a agradável visita do ex-educando Gustavo Santana, e matamos a saudade! Obrigada pela visita Gustavo!

Ana Mendonça – No projeto Brinqueducar

Uma atividade divertida

Uma atividade divertida com a turma do grupo Vermelho jogando bingo!
Ansiosos e animados iniciamos a partida, os números não eram “cantados”, era a turma que trocava ideias e partilhava suas hipóteses a cerca dos números sorteados, com as intervenções ointercambio de ideias era favorecido. A turma se concentrava, ficava aflita com cada número sorteado, desejando acertar, uns ajudavam os outros e a emoção contagiava.
n
Ana: Que número é este gente? (93)
Crianças: “Nove e três”, “acho que é três e nove”
Ana: Hum Será? Como se lê?
Crianças: “Trinta e nove”, “não tem que ser três e nove, e este é nove na frente”, “então é noventa e três”.
E assim a turma foi interpretando, analisando, discutindo e aprendendo a cada sorteio de um número em uma atividade que contribuiu para que a turma avançasse na compreensão do sistema numérico. … Os 50 min de atividade passaram voando na manhã de quinta no Centro Social.
Ana Mendonça – Brinqueducar